5

Por decisão da juíza de Direito Giovanna Lisboa Araújo de Souza, os quatro acusado de assassinar o menor Evérton Siqueira da Silva, de apenas 5 anos, fato ocorrido no dia 11 de outubro de 2015 no município de Sumé, vão júri popular, conforme sentença prolatada nesta terça-feira, 8.

A mãe da vítima, Laudenice dos Santos Siqueira (Dinda), Denivaldo Santos da Silva, conhecido por Paulistinha, Joaquim Nunes dos Santos (Xana) e Wellington Soares Nogueira (Etinho), são acusados de da noite do dia 11 de outubro de 2015, na localidade denominada de Serra do Boqueirão, município de Sumé, terem assassinado o menor em um ritual de magia negra com a finalidade de obter sangue da vítima.

Após sangrarem a vítima, os acusados mutilaram o cadáver, ocultando-o em um local de difícil acesso próximo à cidade.

Na investigação realizada pela Polícia Civil e na análise feita pela juíza ficou claro os indícios de autoria e prova da materialidade, preenchendo os requisitos do artigo 413 do Código de Processo Penal pra pronunciar os acusados.