3

Se depender dos bens dos três candidatos que disputam a prefeitura de Serra Branca neste ano de 2016 os eleitores vão presenciar uma das campanhas mais humildes de sua história. O mesmo fato não podemos dizer aos candidatos a vice-prefeito da cidade.

Souzinha, Flávio Torreão e Galeguinho estão entre os candidatos a prefeitos que menos declararam bens na região do Cariri Paraibano.

Candidato do PR, Flávio Torreão declarou a Tribunal Regional Eleitoral não ter nenhum bem. Seu candidato a vice-prefeito, Reidrique Dias, declarou ter um capital no valor de R$320.990,00. Entre os bens de Reidrique estão carro, apartamento em João Pessoa e caprinos.

O candidato oposicionista Galeguinho declarou a Justiça Eleitoral ter uma moto no valor de R$4.000,00 e ainda R$11.833,00 em contas bancárias, totalizando seus bens no valor de R$15.849,48. Seu vice, Paulo Sérgio Barros não declarou ter patrimônios.

Souzinha, candidato da Coligação “A Esperança do Povo” declarou ter apenas R$5.500,00 em uma conta bancária. Caso bem diferente do seu candidato a vice-prefeito Joda que declarou ter quase um milhão de meio de reais em bens. Os numerários do atual vice-prefeito de Serra Branca são divididos em casa, terreno e três propriedades rurais que somados totalizam exatamente R$ 1.450.000,00.

Somando os bens de Galeguinho, Souzinha e Flávio (este último que não declarou ter bens) o valor chega a R$ 21.349,48 muito inferior a soma dos três candidatos a vice, Joda Zuza, Reidrique Dias e Paulo Sérgio (este último que não declarou ter bens) que somados chegam ao valor R$ 1.770.990,00.

Os dados públicos foram apurados junto ao Tribunal Superior Eleitoral.