Ao mesmo tempo em que o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), era cortejado pela cúpula do DEM, lideranças da legenda se encontraram com Luciano Huck para discutir uma possível filiação do apresentador de televisão visando uma eventual candidatura sua nas eleições presidenciais do próximo ano.

No encontro, que aconteceu na quinta-feira da semana passada, segundo o jornal O Globo, estavam presentes o ministro da Educação, Mendonça Filho (DEM-PE), e o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM-BA). Outros dois encontros do gênero sua teriam sido realizados nos últimos meses.

Huck confirma a realização da reunião, mas nega ter discutido uma eventual filiação ao DEM. A legenda vem acelerado o contato com possíveis candidatos e parlamentares interessados em trocar de partido, como membros do PSB, por exemplo, já que em outubro deverá anunciar a “refundação” da legenda.

Além disso, em abril termina o prazo de filiações de candidatos para o próximo pleito. Um dos novos filiados alardeado pelo partido é o líder do Movimento Brasil Livre (MBL), Kim Kataguiri.

Além de Huck, o DEM também anda cortejando o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), que vem dando sinais de que poderá deixar o partido caso a legenda B opte por lançar o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin como candidato ao Planalto.

CARIRI EM AÇÃO