Na manhã do último sábado, dia 11 de novembro, foi deflagrada a Operação de Repressão Qualificada denominada de Deusa Branca, coordenada pela Delegada Cristina Gomes dos Santos.

A investigação teve início no mês de setembro do ano em curso, após o Homicídio de Fábio Júnior do Nascimento, na cidade de Tupanatinga. Com as diligências encetadas chegou-se a autoria de 04 homicídios ocorridos em sequência.

Durante as investigações foi preso James Alves da Silva, com dois revólveres no último dia 13 de outubro, em cumprimento à Mandado de Prisão Temporária.

Após a conclusão das investigações, foi dado cumprimento a mandados de Prisão e Busca e Apreensão Domiciliar, sendo as prisões preventivas em desfavor dos investigados Claudiano Barbosa da Silva,  vulgo Batoré/Bobão, José Cícero Barbosa, vulgo Zé Cícero e José Morais dos Santos, vulgo Zoinho e  mais dois mandados de prisão preventiva em desfavor do já recolhido ao sistema penitenciário James Alves da Silva, vulgo Jamesson.

Na investigação foram apreendidas 8 (oito) espingardas e 2 (dois) revólveres. Após os procedimentos legais de praxe os investigados foram recolhidos no Presídio Brito Alves na cidade de Arcoverde.