De acordo com o Diretor da unidade prisional, Alexandre Macedo, a operação visou localizar objetos não autorizados no interior da Cadeia, como forma de garantir a segurança dos próprios detentos, bem como dos profissionais que trabalham no local.

 

Ao todo foram localizados 4 espetos, 4 celulares, 4 carregadores, uma faca artesanal e uma porção de maconha. A operação foi deflagrada por agentes da unidade e do GPOE – Grupo Penitenciário de Operações Especiais.

Cariri ligado