A Polícia Civil de Monteiro agiu rápido e prendeu em flagrante delito sete pessoas acusadas de participar de um crime de latrocínio tentado, ocorrido na noite desta terça-feira (29), no município de Ouro Velho.

A prisão dos envolvidos aconteceu na noite desta quarta-feira (30), em Ouro Velho, após um intenso trabalho investigativo da PC, que logrou êxito.

A tentativa de latrocínio aconteceu por volta das 18h desta última terça, no Sítio Cipó, zona rural de Ouro Velho, tendo como vítima, a mãe de uma policial civil da Paraíba.

A Polícia informou que as investigações continuam, vez que não está descartada a possibilidade de que o crime tenha sido praticado em retaliação ao trabalho da Polícia Civil e da agenda na localidade.

“Os depoimentos foram unânimes em afirmar que a ação delituosa se deu para a subtração de arma de fogo e dinheiro, supostamente em poder de familiares da agente policial, a mando de detentos recolhidos em Patos-PB e praticados por indivíduos de Juazeirinho/PB e Ouro Velho/PB; contudo, ainda não descartamos a possibilidade de retaliação pelas prisões que vêm sendo realizadas recentemente em tal município”, informaram os delegados responsáveis pelo caso.

Os Delegados registraram ainda, o trabalho realizado pelos agentes que estavam de plantão, como também os que estavam de folga e se apresentaram espontaneamente para a efetivação das prisões, algumas com a participação de policiais militares.

Os setes detidos foram encaminhados para Delegacia Seccional de Polícia Civil de Monteiro, sendo cinco homens e duas mulheres.