A

 

Quatro pessoas morreram na tarde desta quinta-feira (12) durante a limpeza de um poço no distrito de Riacho Fundo, em Barra de São Miguel, no Cariri paraibano, a 175 km de João Pessoa. De acordo com a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros, das quatro pessoas, três eram da mesma família. As vítimas estavam limpando um poço quando, segundo familiares, inalaram um cheiro forte semelhante a veneno e passaram mal. Uma quinta pessoa também passou pela mesma situação em um segundo poço na localidade, tendo sido socorrida para o Hospital de Emergência eTrauma Dom Luiz Gonzaga Fernandes, em Campina Grande. A Polícia Civil investiga a causa das mortes. Existe a suspeita de que a água estivesse contaminada.

Ao portal, Maria Aparecida Gomes, prima das vítimas Lucas e Rodrigo, que eram irmãos, um deles desceu primeiro e se sentiu mal. Os demais desceram para ajudar e não conseguiram sair. “Disseram que era um cheiro muito ruim, parecido com veneno. Quando Lucas desmaiou lá dentro, Rodrigo e Evandro, que é primo deles dois, foram logo em seguida. Eles iam limpar o lugar, que estava com pouca água, mas meio suja”, explicou.

Já a esposa de Luciano Rocha Nascimento, 33 anos, contou que o marido estava em outro poço, no mesmo sítio, por volta das 15h, quando passou mal e foi socorrido para o Hospital de Trauma de Campina Grande, onde permanece na Ala Vermelha, em estado regular. “Eu soube dos homens que morreram, mas foi em outro lugar. Meu marido só não morreu também porque entrou com uma corda amarrada na cintura e, quando chegou ao meio da escada, desmaiou com o mal cheiro da água e um amigo o puxou para fora”, contou a mulher, completando que a água do poço deixou de ser utilizada após uma chuva na última terça-feira (10).

Nomes das vítimas:

Lucas Lima Rolim, 28 anos

Rodrigo Lima Rolim, 27 anos

Evandro Alves Truta, 43 anos

José Itamar, 42 anos

Com Portal Correio