Aconteceu na manhã desta quinta-feira, 17, na Câmara Municipal de Monteiro, a apresentação por parte da Secretaria de Saúde do município, o Relatório de Prestação de Contas referente ao 1º quadrimestre de 2017, para apreciação dos vereadores, autoridades e população presentes.

Para a secretária de Saúde Ana Paula Oliveira, a apresentação deste relatório é uma ferramenta de controle da gestão: “O relatório de prestação de contas quadrimestral possibilita um maior controle da gestão. Este possui informações qualificadas e que permite tanto ao cidadão comum quanto aos órgãos de controle aferirem a qualidade dos serviços prestados por parte da administração municipal”, afirmou.

Durante a apresentação, foram levados dados relevantes, como percentuais de investimento de sua receita para cobrir gastos com ações e serviços de saúde no município compreendendo área urbana e rural, bem como os atendimentos prestados aos municípios que referenciam o município de Monteiro em sua assistência em saúde, quantidades e valores gastos com procedimentos, próteses e órteses, enfim de todo quadro de investimentos da pasta.

No que diz respeito ao conteúdo do Relatório, a Lei Complementar nº 141/2012 estabelece que devem constar informações como o montante e a fonte dos recursos aplicados no período, as auditorias realizadas ou em fase de execução e, ainda, a oferta e produção de serviços públicos na rede assistencial própria, contratada e conveniada.

A rede física de serviços de saúde de Monteiro conta com um total de 11 PSFs, sendo que o 12º está em fase de construção, CEO, UPA, SAMU, Central de Marcação, Centro de Especialidades Médicas, Centros de Reabilitação, CAPS dentre muitos outros serviços próprios e tantos outros conveniados com a Prefeitura por meio do SUS.

Ainda dentro do relatório é possível encontrar informações sobre o repasse que a Prefeitura de Monteiro faz ao Hospital Regional da cidade no valor de R$ 60 mil reais/mês, bem como a receita e despesas dos recursos utilizados na UPA e SAMU que atende a toda região do Cariri, e que sobrevive apenas de recursos municipais sem apoio do Governo do Estado.

Alguns dos dados que podem ser encontrados no relatório diz respeito a Produção  ambulatorial do SUS – por município, que no caso de Monteiro no primeiro quadrimestre foi de: 175.562 – Município gestor: 250970 Monteiro – Período: Jan-Abr/2017 e também de Procedimentos hospitalares, neste caso dados em valores: R$ 100.527,32 – Município gestor: 250970 Monteiro – Período: Jan-Abr/2017.

O Relatório está disponível para consulta pública

Segundo a secretária executiva de Saúde, Viviane Ferreira, o Ministério da Saúde disponibiliza a ferramenta SARGSUS para inserção do Relatório e qualquer cidadão pode ter acesso ao documento acessando a página http://www2.datasus.gov.br/DATASUS/

“O Relatório que produzimos e apresentamos nesta quinta-feira poderá ser acessado por qualquer cidadão no site do Ministério da Saúde, pode ser acompanhado em tempo real, pois a secretaria sempre atualiza dos dados representando um esforço em deixar disponíveis e transparentes todas as nossas ações,” concluiu Viviane.