A Polícia Civil da Paraíba, por meio do trabalho investigativo de equipes da Delegacia Municipal do Conde, no Litoral Sul do Estado, efetuou, na manhã desta sexta-feira (6), a prisão preventiva de Ronaldo Araújo Bulcão, 47 anos, suspeito de praticar estupro contra as próprias filhas, de cinco e 12 anos de idade.

De acordo com o delegado Luiz Eduardo Montenegro, a Polícia começou uma investigação minuciosa, ouvindo familiares, parentes e profissionais do Conselho Tutelar, que foi responsável por denunciar os abusos contra a criança e a adolescente. “Com uma investigação efetiva sobre o caso, a equipe da delegacia obteve elementos suficientes para a prisão de Ronaldo, que aconteceu em um canteiro de obras, onde ele fazia bicos, na praia de Camboinha, em Cabedelo”, revelou.

Ainda segundo a autoridade policial, Ronaldo costumava praticar atos libidinosos com a filha mais velha desde os quatro anos de idade. “Hoje, com 12 anos, a menina foi morar com uma tia. Mesmo assim, sempre que a encontrava ele voltava a abusá-la. O suspeito ainda induzia o filho mais velho, que atualmente tem 18 anos e é portador de HIV, a praticar tais atos com a irmã de cinco anos”, afirmou Montenegro.

O preso foi encaminhado à Cadeia Pública de Alhandra, pelo crime de estupro de vulnerável e aguardará decisão judicial. Já o filho dele vai responder de acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente, pelo fato de ser adolescente quando praticou o crime contra a irmã.

Da Redação com Assessoria